O que é aceitação?

Quando falamos em aceitação, é fácil confundir com conformismo ou com “não se importar” com as coisas. Mas não tem NADA a ver com isso. Aceitação é olhar para a realidade sem tentar negar, fechar os olhos ou fugir dela.

É aceitar que um problema, por pior que seja, é real e precisa ser encarado como tal.

Por que precisamos aceitar situações difíceis?

Porque, para mudar a sua realidade, você precisa enxergá-la como ela é. Precisa aceitar que está em determinada situação e cessar as brigas internas e a resistência para conseguir mudá-la.

O presente é o agora. E agora talvez esteja acontecendo algo ruim, triste ou indesejado com você. Para conseguir encarar esse presente com sabedoria ou realizar uma mudança, você precisa aceitá-lo como ele é. A aceitação vai fazer com que a sua ansiedade diminua, seu coração se abra à verdade e você se liberte da resistência e da negação que te prendem àquela situação. Enquanto resistir, fugir ou negar, nada pode mudar.

Aceitação muda a sua perspectiva e mudar a sua perspectiva muda tudo. Muda seu estado interno para você conseguir viver e agir sobre o presente REAL, aconteça o que estiver acontecendo. Faz você entender que o ponto de partida para chegar aonde deseja é a situação em que você realmente está, mesmo ela sendo muito difícil.

Você precisa conseguir enxergar e aceitar onde está para fazer uma transformação. É impossível mudar aquilo que não é real. É impossível mudar brigando, negando ou fugindo da realidade. A aceitação é o único caminho para você entender o seu presente e transformá-lo.

Para mudar algo que não está bom você precisa acolher as circunstâncias, abraçar a situação, conhecê-la, explorá-la, entendê-la e escolher o seu próximo passo. E você não consegue fazer isso se não aceitar as coisas como são.

Explicando a aceitação com exemplos

Aconteceu comigo recentemente: eu estava editando um vídeo pro canal do blog e meu computador desligou sozinho. Eu não tinha salvado nenhuma vez o arquivo, então perdi tudo o que já tinha feito. Minha primeira reação foi querer deixar tudo de lado, ficar irritada com a situação e ir fazer outra coisa pra ignorar aquilo que aconteceu. Mas eu precisava terminar o vídeo pra publicar no dia seguinte, então encarei a realidade e aceitei que ia ter que começar tudo de novo. Respirei fundo, fui lá e fiz.

Imagine que você está passando por problemas financeiros. Você tem duas opções: ignorar isso e continuar vivendo como se nada estivesse acontecendo, intercalando momentos de desespero e preocupação com dias em que finge que está tudo bem; ou aceitar que está com um problema sério, e se dispor a trabalhar para resolvê-lo, com calma e organização. Concorda que a segunda opção traz muito mais paz do que ficar negando e fingindo, sem ter nenhuma possibilidade de solução? Por mais difícil que seja resolver um problema como esse, quando você aceita que ele é a sua realidade, consegue encontrar disposição para criar uma solução, sem entrar em desespero e sem cometer o erro de mentir para si mesmo.

Leia Mais: O processo de aceitar-se

Sabe aqueles dias em que você se sente totalmente para baixo e a vida parece sem sentido? Nessa situação, aceitar não significa que você deve dar um jeito de ficar feliz, mas que deve ser honesto com você mesmo sobre o que está sentindo. Se está se sentindo triste, aceite que está num momento não tão bom, se permita ficar um pouco quieto, refletir e chorar se sentir vontade.

Não brigue com você mesmo, não sinta raiva de si por não estar bem, não tente fingir que está tudo bem, porque isso só vai te fazer mal. Aceite e deixe o sentimento fluir, deixe-o existir pelo tempo que for preciso. Em algum momento você vai se recuperar. É muito mais provável que se recupere quando se permite sentir do que quando luta contra si mesmo.

Existem também situações em que a questão não é aceitar para mudar, mas aceitar para conseguir dar o seu melhor e lidar da melhor forma possível com a realidade. Quando minha mãe ficou doente e nós soubemos que ela não teria muito tempo de vida, eu enfrentei uma situação assim. Não havia o que fazer para curá-la, e eu precisava aceitar essa verdade para dar o melhor a ela e à minha família naquele momento. Confesso que não entendia as coisas dessa forma naquela época e demorei para sair do estado de negação, mas quando consegui aceitar fui capaz de dar o meu melhor a ela, além de me permitir sentir a minha dor e lidar verdadeiramente com aquele momento.

Concluindo…

Percebe que, em todas as situações, aceitar diminui o peso do problema? Por mais difícil que ele seja, viver o presente de coração aberto, enxergando e encarando a realidade, é a melhor forma de lidarmos com tudo na vida. Fugir, negar, brigar, resistir e fechar os olhos para o que é real torna qualquer situação ruim ainda mais difícil.

“Aquilo a que você resiste, persiste.” – Carl Jung

(Autora: Stephanie Gomes)

(Fonte: desassossegada)

*Texto reproduzido com autorização da administração do site parceiro.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here