Uma vez, uma grande amiga minha, que também é professora, disse para os seus alunos: “O bom do Ensino Médio é que ele acaba”. Vou parafrasear e afirmar que “O bom do ano do vestibular é que ele também acaba”, e como alguém que já esteve do lado de lá e passou por essa “montanha russa” chamada “cursinho”, e agora está do lado de cá, meio que ajudando a conduzir este trem, tenho como obrigação tornar o ano destas jovens um pouco mais tranquilo.

Por isso, preparei aqui 10 dicas de como levar o ano do vestibular numa boa. Assim, o que seria o ano mais indeciso e angustiante da sua vida, será o de mais descoberta e aprendizado não só como estudante, mas também como mulher. Algumas são bem conhecidas, relacionadas à prática do estudo, outras são perceber que, apesar das tensões, você precisa sempre se colocar em primeiro lugar.

1 – Organize seu tempo, cuidado com os seus limites!

No ano de vestibular, é imprescindível que você não perca tempo. É melhor assistir com muita atenção às aulas do que ler excessivamente os conteúdos das apostilas. Não tente testar seus limites: muitas vezes confundimos quantidade com qualidade e assim, você engana seu estudo e seu aprendizado. Calcule quantas horas por dia você precisa para absorver o conteúdo e o reproduzir nas provas. Feito isso, não ultrapasse esta linha e sinta-se satisfeita com suas atividades.

2 – Elimine a palavra “culpa” do seu dia a dia

Ficou resfriada e não conseguiu fazer aquele exercício? Precisou trabalhar para garantir uma grana, chegou em casa cansada e não estudou? Tudo bem! Vestibulanda não é robô, se você precisou se ausentar dos estudos por algum motivo sentir-se culpada só fará você perder oportunidades de vivenciar experiências e se cobrar por algo que, muitas vezes, você não tem controle. Relaxe, um dia de cada vez.

Leia Mais: Você pode aprender o que quiser e em qualquer idade!

3 – Vá ao cinema pelo menos 1 vez por mês

A sétima arte costuma ser uma aliada em ano de vestibular. Escolha filmes que ajudarão a aumentar o seu repertório cultural e chame amigas que gostem de uma discussão. Nada melhor do que ver um bom filme e rolar um debate acalorado depois. Dê preferência para documentários, eles são ótimos para entender outras realidades e muito usados para enriquecer seus conhecimentos em Redação, por exemplo.

4 – Estude em ambientes diferentes

Estudar sempre no mesmo ambiente pode fazer você achar que o ano está se arrastando e transforma palavra “rotina” em um martírio. Descubra sua cidade e tente achar espaços confortáveis para o seu cotidiano de apostilas e exercícios. Nestes passeios, você tem oportunidade de conhecer cantinhos que são verdadeiros templos do estudo. Cafés e bibliotecas costumam ser aconchegantes, pois são silenciosos e livres de distrações.

5 – Conheça a sua futura Universidade

Independente se a sua futura casa é na sua cidade ou a 300 km de distância, você precisa ir até lá para conhecê-la. Sonhar com um ambiente sem forma só fará sua mente criar expectativas não saudáveis. A partir do momento em que você vê o campus, as bibliotecas, o gramado da sua futura universidade e se reconhece nele, sua motivação cresce.

6- Use a internet a seu favor

As redes sociais costumam ser uma pegadinha neste ano de estudos. Muitas vestibulandas deletam seus perfis sociais, pois acham que perderão tempo com postagens inúteis, mas o Facebook, o Instagram, o Twitter e tantos outros aplicativos podem te ajudar a estudar: é só “curtir” as páginas certas. Toda rede de notícias dispõe de um perfil social, toda Universidade possui uma página de divulgação de atividades, toda rede de ensino tem um canal para tirar dúvidas de vestibulandos, portanto, disciplinando o seu tempo, como dito na “dica 1”, você não precisa se excluir virtualmente para levar o ano numa boa.

7 – Você não está sozinha!

O ano do cursinho é bom, visto que todos ali estão no mesmo barco. Não pode deixar de conhecer as pessoas que dividem aquelas incontáveis horas de estudo com você. Apesar do estudo ser um ato solitário, você também aprende com o outro. Essa história de “sua vaga é minha” só potencializa um sistema que prioriza o individualismo e esquece o companheirismo. Não se deixe levar por este pensamento. Construa e mantenha suas amizades da melhor maneira possível, elas valem a pena!

8 – Faça atividades físicas

Por mais que o tempo seja escasso, a sua saúde precisa ser uma prioridade. O ano do vestibular pode trazer estresse, ganho de peso, queda de cabelo, alergias, tudo isso por causa da ansiedade das provas. No lugar de ingerir remédios para tentar equilibrar esta relação, fazer atividades físicas ainda é a melhor solução para aliviar o nervosismo. Andar de bicicleta, fazer natação ou simplesmente caminhar ouvindo Beyoncé pelo menos duas vezes por semana já vai te ajudar a espairecer e relaxar tanto o corpo como a mente.

9 – Cuide de você

Neste período, principalmente por causa do estresse e das alterações de humor, a auto estima tende a ser mais baixa entre as vestibulandas. O corpo pede atenção para você não esquecer de cuidar dele! Separe um momento para você não esquecer de como é linda, independente da tensão que está vivendo. Um passeio no parque pode fazer milagres.

10 – Você é dona do seu destino

Quer fazer Psicologia, mas seus pais querem Medicina? Quer ser engenheira, mas dizem que é muito “masculino”? Está em dúvida entre Jornalismo e Direito e tem medo de fazer a escolha errada? Não se martirize pelos outros! Como já afirmou Sartre, “o inferno são os outros”, e, para muitas meninas, a escolha da profissão é a primeira manifestação feminista que se pode ter.Por isso, tenha sempre em mente que você é dona da sua vida e, por mais que esta escolha te traga consequências complicadas, ela é a melhor a se fazer, pois ela é sua.

E lembre-se sempre: não é uma prova que vai definir sua personalidade. Eu, como professora, posso garantir que a torcida pelo seu sucesso é imensa e que, independente do resultado, muita gente já está orgulhosa de você. Bons estudos!

Compartilhar

RECOMENDAMOS


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here