Happy woman hiking together outdoors

Corrida? Cross fit? Muay thai? São tantas novas opções que vem ganhando popularidade que até a tradicional musculação na academia tem ficado de lado.

Mas como escolher a melhor atividade física?

Mais do que ficar em forma, o exercício físico também proporciona benefícios fundamentais para a saúde. Um estudo da Harvard (EUA) listou cinco práticas eficazes e completas para perder peso, aumentar a massa muscular, proteger o coração e o cérebro e fortalecer os ossos. Confira a seguir:

1. Tai chi
Meditação em movimento. Assim pode ser definida essa arte marcial chinesa, que tem um ritmo lento e suave e combina de movimentos delicados e fluidos.

Mas não pense que é fácil. O Tai chi exige um alto grau de concentração e tem como foco a respiração em profundidade.

O bom dessa prática é que é o praticante quem define o ritmo. Portanto, é acessível a uma diversidade maior de pessoas, independentemente de idade ou condição física.

De acordo com a professora de Medicina e Epidemiologia da Faculdade de Medicina de Harvard (EUA), I-Min Lee, que também é uma das pesquisadores desse estudo, o Tai chi “é especialmente bom para os mais velhos, pois o equilíbrio é um componente importante da condição física e algo que perdemos com o avançar da idade”.

Praticantes relatam que a prática melhora o equilíbrio, a coordenação e a flexibilidade, além de previnir o surgimento de dores lombares e problemas na coluna vertebral. Outros benefícios registrados são melhora do sono, relaxamento físico e mental.

2. Caminhar
É cientificamente comprovado que 30 minutos diários de caminhada, mesmo que em ritmo moderado e pausado, traz benefícios para a saúde. E o melhor: tanto para a mente quanto para o corpo.

Leia Mais: Mais um estudo comprova que exercício físico funciona como um antidepressivo

Casos de depressão severa apresentaram melhoras significativas com a prática desse exercício.

A caminhada diminui os níveis de colesterol, é essencial para diabéticos, reforça o sistema imunológico, melhora a circulação e oxigena o corpo.

3. Exercícios de Kegel
Se você é mulher e já passou por uma gestação ou acompanhou uma gestante de perto, já deve ter ouvido falar desse exercício. Mas não pense que eles são exclusivos para o público feminino. Essa prática também é importante para os homens.

Os exercícios de Kegel ajudam a fortalecer a região pélvica. À medida que envelhecemos, essa região, que inclui o útero, a bexiga, o intestino delgado e o reto, se fragiliza. Por isso, e importante manter esse sistema com resistência para evitar, por exemplo, vazamentos da bexiga.

A vantagem é que eles podem ser praticados a qualquer hora, em qualquer momento. No entanto, é preciso atenção à forma forma correta de fazê-los. De acordo com informações do estudo da Harvard deve-se comprimir os músculos usados para segurar a urina ou os gases durante dois ou três segundos, soltar e repetir 10 vezes. Isso deve ser feito de quatro a cinco vezes por dia.

4. Natação
A campeã. Para os autores do boletim de saúde Harvard Healthbeat, a natação é o “exercício perfeito”. Além de trabalhar quase todos os músculos do corpo, prática a eleva a frequência cardíaca e melhora a saúde do coração, além de proteger o cérebro da deterioração senil.

Bastam 30 ou 45 minutos de prática regular para que perceber os efeitos positivos da natação, como elevação do estado de ânimo e a diminuição o estresse, entre outros benefícios.

Estados depressivos também apresentam melhoras a partir dessa atividade. Ela também é indicada a pessoas com artrite, mas também é importante na prevenção da osteoporose e para o estímulo dos tendões.

5. Treinamento de força
Requer o uso do peso para criar resistência contra a gravidade. Pode ser o próprio corpo, pesos com ou sem alça, tiras elásticas, entre outros.

O treinamento de força otimiza a musculatura e o metabolismo, além de ajudar a previnir lesões. Apesar de envolver peso e força, ele pode ser adaptado às necessidades de cada pessoa. Para a terceira idade, por exemplo, o exercício ajuda no combate a dores nas costas e nos joelhos, osteoporose e sobrepeso.

Outros benefícios citados por praticantes é a proteção da musculatura, aumento dos níveis de energia e melhora do estado de ânimo.

 

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here