Em quanto tempo o Universo envia o que desejamos?
– Ele respondeu: “Porque a fé que vocês têm é pequena. Eu asseguro que, se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada será impossível para vocês. (Mateus 17:20)

“Se um campo magnético existir em uma certa região do espaço, sofrerá variação no decorrer do tempo e essa variação faz aparecer um campo elétrico induzido”. (J. C. Maxwell | 1832 – 1879).

Sabemos que a terra tem um campo gravitacional ao seu entorno e atrai tudo para seu interior. Ciência exata, física, não temos como duvidar, acontece mesmo!

Se soltarmos qualquer objeto de qualquer altura, ele cairá. Lógico! O campo gravitacional atrai o objeto para seu interior, no caso, o interior da terra, e ele para quando toca o solo.

É o que vivemos diariamente. O mesmo acontece com nossos pensamentos e desejos, podemos atrair o que desejarmos que o Universo tem para nos entregar! Ele é ilimitado.

Nós é que somos limitados em nossos desejos, caso contrário já teríamos conquistado tudo o que desejamos até então, não é verdade, baseado nas “leis da física”?

Mas em quanto tempo? Deve estar se perguntando o amigo leitor. Ora, quanto tempo o objeto leva para atingir o solo? Depende da massa do objeto, que, no nosso caso, é a massa que possui nosso corpo.

Então, quanto maior for a pessoa mais coisas ela irá atrair? Claro que não, senão, o que seria dos “magrinhos”? Ficariam sem nada?

Brincadeiras à parte, amigos, isso é mais sério do que possa parecer. Até agora, atraímos o que somos, sem margem para dúvidas. A pergunta é: estamos satisfeitos com o que somos? Se não, é necessária uma reflexão urgente.

Leia Mais: O universo conspira, é só aprender a escutar

Se atraímos o que somos e não estamos satisfeitos, precisamos mudar nossas atitudes agora. Neste exato momento mesmo! Começar daqui uma nova vida.

O corpo humano é composto de cinco sentidos, a saber: a visão, o olfato, o paladar, a audição e o tato, que fazem parte do sistema sensorial, responsável por enviar as informações obtidas para o cérebro. Com isso, fatalmente estará enviando ao universo as mesmas sensações.

“Assim como eu hoje considerei a tua vida de grande valor, que o Senhor também considere a minha vida e me livre de toda a angústia”. (1 Samuel 26:24)

Vemos coisas, pessoas, paisagens, etc., que nossos cérebros já estão mais do que programados para perceber. O grande segredo é o que enxergamos de verdade. Nossa vida muda quando deixamos de ver e passamos a “enxergar”.

Feche seus olhos e enxergue a vida que desejar, diga isso em um tom que você possa ouvir, sinta o aroma das uvas da farta mesa da sua casa, toque em qualquer coisa como se fosse sua, sentindo o prazer que ela pode lhe proporcionar e o Universo lhe atende.

Mas é importante frisar que existe um controle que limita ou expande o que você quer receber, chamado AMOR, residente no coração. Pois é ele que controla o perdão, a dedicação a outrem, o puro amor por tudo e todos e, principalmente, o agradecer e dividir.

Só se divide o que se tem. Se dividir muito, pelo menos em tese, terás muito e o contrário, em nosso caso, não se aplica. Somos poderosos!

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Carlos Alberto Dantas da Costa
Engenheiro eletrônico, licenciado em física, professor universitário há 13 anos, empresário, escritor e conferencista. Doutorando em Ciências da Religião com ênfase em filosofia cristã! É colunista do site Fãs da Psicanálise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here