O Ano é 2004. O Filme, baseado no livro lançado em 1072, “Stepford Wifes”, de Iran Levin. ‘Mulheres Perfeitas”, estrelado pela estonteante Nicole Kidman, com seus lindos olhos azuis, pele branca perfeita, longos cabelos loiros na capa do cartaz, onde ela pede, sugestiva e sedutoramente no gesto de seu dedo indicador: silêncio.

O filme, a princípio, gira em volta de Joanna Eberhard (Nicole Kidman), no papel de uma publicitária de sucesso no mundo dos realities shows, que levou a empresa onde trabalha à liderança de audiência por vários anos seguidos. Após ser demitida, Joanna fica arrasada e se questiona sobre sua intelectualidade.

Seu marido, Walter (Mattew Broderick), se mostra tocado pela tristeza da esposa, pede demissão de seu cargo e então sugere que se mudem para o condomínio perfeito chamado Stepford, onde a grama de todos os vizinhos, é verde. Um paradoxo com a nossa realidade ,onde sempre achamos que nossa grama é coberta de lama e só a do vizinhos é que é mais verde.

Logo, Joanna,que é muito independente e inteligente, percebe que as mulheres, além de perfeitas fisicamente ( no filme, todas são Barbies, loiras, magras,de olhos azuis e peitões) estão sempre de prontidão a agradar os maridos: dispostas para o sexo, perfeitas donas de casa, babás de seus maridos dodóis.

Todas possuíam grandes posições em suas carreiras e ganhavam mais do que seus maridos. E, num passe de mágica, desistiram de seus títulos e fazem, agora, a linha “bela,recatada (menos entre quatro paredes) e do lar”. Desistiram de ter vida própria, enquanto, os homens, parecem muito felizes e confortáveis nas reuniões diárias em seu secreto “Clube do Bolinha”.

Joana investiga a mudança física e comportamental das mulheres, com as duas últimas pessoas que ainda permanecem normais, Bobbie Markowitz (Bette Midler), uma escritora vida loka e Roger Bannister (Roger Bart), um homossexual famoso e independente.

Os amigos, acabam surgindo modificados: Bobbie, se torna sedutora e Roger, menos afetado e burro.

Joanna descobre o plano: todas as mulheres foram transformadas em robôs graças a microchips instalados em seus cérebros que recebiam os comandos dados pelos maridos segundo seus desejos e necessidades. A explicação, é que estavam insatisfeitos com sua posição de inferioridade perante suas super mulheres. Logo, para não se sentirem rebaixados, decidiram tirar delas o que lhes era único e lhes trazia o brilho: a sua essência.

Não direi o final do filme. Talvez alguém ainda não tenha lido e o breve resumo foi somente para elucidar algo gritante nas relações homem e mulher: a superioridade.

Não sei quanto a vocês, mas eu conheço mulheres maravilhosas. Bonitas, gostosas, inteligentes, divertidas, parceiras. E o curioso é que, 9 dentre 10 delas, são sempre tratadas com descaso por seus parceiros. SEMPRE. São as mulheres mais carinhosas, devotadas que são jogadas pra escanteio. Seus parceiros, nos primeiros anos de relacionamento, claramente falavam que o que fez se apaixonarem por elas foi sua beleza; o “coxão”, os “olhos de gata”, “cabelão de Pantera”, aliados a sua inteligência.

Daí, o cara, que outrora levava pra jantar, trazia presentinhos fora de hora, fazia declarações públicas dentro e fora das redes sociais sobre o quanto sua companheira era gata, parceira, perfeita, maravilhosa, deixa de fazer isso tudo e passa a dizer que aquele prato preferido que você se matou de fazer a tarde toda não está mais gostoso, que você parece sempre cansada, que seu cabelo anda sem brilho, que suas olheiras aumentaram e você parece um Panda ,já não ri mais das suas piadas, já não sente mais aquele ciúme gostoso quando você diz que vai viajar para rever as amigas.

Enfim. Ele esfriou. E pior, você está congelada. De medo. Medo de perder ele. Então, o que você faz? Agrada mais e mais, bajula mais e mais, se arruma mais e mais. Tudo para o convencer de que VOCÊ é perfeita para ele. E aí, o que ele faz? Ele te ignora e,em muitos casos, te trai. Muitas vezes,com outra que nem é tão bonita, divertida, inteligente, sexy. E você descobre e se sente como? Um lixo. Algumas, para não perder o “presente de Deus”, se anulam mais e mais. Caindo numa armadilha perigosa: a da autodepreciação.

Impressionante como as mulheres possuem o terrível hábito de romantizar o desamor e compactuar com o descaso. A verdade é que ele não está feliz por você ser mais popular do que ele ,mais bonita do que ele, mais divertida do que ele, mais inteligente do que ele, mais bem sucedida do que ele. Na verdade, ele tá pau da vida com isso. Mas segura a onda e nunca irá te confessar isso porque o ego, não permite.

Daí, ele te menospreza, pra se tornar um gigante às suas custas. Às custas do seu prato e da sua insegurança. Mas isso acaba hoje, sabe porque? Porque eu vou te contar um segredinho. Homem odeia a mulher perfeita dele porque ela é tudo o que ele JAMAIS será.

Ele gostaria de ser tudo o que a parceira é, mas, por insegurança, fragilidade, ou falta de caráter mesmo, ele usa a arma mais vil: a do desprezo. Te diminuindo, colega, ele, cresce. Sacou a jogada? Ele sabe que você é perfeita para ele e para qualquer homem. Mas você acha que ele vai confessar isso para você? Jameir! O Ego de Macho Alfa é mais forte do que o furacão Katrina. Devastador para corações frágeis.

Ele falou isso tudo na hora da conquista mas é porque ele queria te laçar,certo? Se ele não agisse dessa forma, outro gavião podia ia lá pegar a piriquita dele. Mas, para manter a piriquita sagrada na gaiola, ele faz o que? Ele te esnoba. Você, insegura, fica cada vez mais envolvida e devotada ao complexado de Édipo, e então, ele tem o domínio completo sobre você. A piriquita cantará eternamente para o Tião Gavião.

Conselho: CORRE. Corre como o Papa Léguas de homem assim. Corre, antes que seja tarde e você se perca nesse jogo sórdido de poder e “morde e assopra”. Homem que é homem zela, reconhece e ama a mulher que aos olhos dele é perfeita. Ele irá lembrá-la disso todos os dias da existência dele. Ele até sabe que a grama do vizinho é mais verde, mas ele não liga porque, a grama dele, é a única que ele se preocupa em cultivar. E nela, ele cultiva flores, não ervas daninhas. O reinado do outro só existe quando ele possui súditos. Não esqueça : Rainha foi feita para usar coroa, SIM, mas não a de Espinhos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Daniele Abrantes
Sou jornalista de espírito vintage, que ama compor músicas ,pintar, e escrever sobre assuntos voltados à compreensão das relações humanas e da profundidade da alma. Acredito que as duas maiores forças que possuem o poder de mudar o nosso dia a dia são o Amor e a Empatia. Grata por compartilhar com vocês esta jornada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here