A depressão é um grave distúrbio psicológico que, ao extremo, pode causar a morte e o suicídio.

Dentre os sintomas mais comuns estão a persistente sensação de tristeza, perda de interesse e angústia e insônia.

Confira alguns filmes que tratam do assunto.

1. Elena

Direção: Petra Costa
País: Brasil
Ano: 2012
Nome Original: Elena

Elena viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar. Deixa Petra, a irmã de sete anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas. Filmes caseiros, recortes de jornal, um diário. Cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos. E acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

2. Melancolia

Direção: Lars Von Trier
País: Dinamarca
Ano: 2011
Nome Original: Melancholia

O tempo só serviu para afastar as irmãs Justine (Kirsten Dunst) e Claire (Charlotte Gainsbourg). Nem o casamento entre Justine e Michael (Alexander Skarsgård) serve como desculpa para aproximá-las e, depois da cerimônia, Justine começa a ficar triste e melancólica. Quando o anúncio sobre a colisão da Terra com outro planeta chega ao conhecimento, as reações são bem diferentes. Justine está conformada, enquanto o desespero do iminente fim apavora Claire.

3. As Horas

Direção: Stephen Daldry
País: EUA
Ano: 2002
Nome Original: The Hours

Em três períodos diferentes vivem três mulheres ligadas ao livro “Mrs. Dalloway”. Em 1923 vive Virginia Woolf, autora do livro, que enfrenta uma crise de depressão e idéias de suicídio. Em 1949 vive Laura Brown, uma dona de casa grávida que mora em Los Angeles, planeja uma festa de aniversário para o marido e não consegue parar de ler o livro . Nos dias atuais vive Clarissa Vaughn, uma editora de livros que vive em Nova York e dá uma festa para Richard, escritor que fora seu amante no passado e hoje está com Aids e morrendo.

4. Dois Dias, Uma Noite

Direção: Irmãos Dardenne
País: Bélgica
Ano: 2014
Nome Original: Deux Jours, Une Nuit

Sandra tem apenas um final de semana para convencer seus colegas de trabalho a abrirem mão de um bônus salarial, para que ela possa manter seu emprego.

5. A Liberdade é Azul

Direção: Krzysztof Kieslowski
País: França; Polônia
Ano: 1993
Nome Original: Trois Couleurs: Bleu

Após um trágico acidente em que morrem o marido e a filha de uma famosa modelo (Juliette Binoche), ela decide por renunciar à sua própria vida. Após uma tentativa fracassada de suicídio, ela volta a se interessar pela vida ao se envolver com uma obra inacabada de seu marido, que era um músico de fama internacional.

6. Interiores

Direção: Woody Allen
País: EUA
Ano: 1978
Nome Original: Interiors

A aparente rotina de tranqüilidade de uma família burguesa de Manhattan é abalada quando o pai decide abandonar a casa para viver com outra mulher

7. As Virgens Suicidas

Direção: Sofia Coppola
País: EUA
Ano: 1999
Nome Original: The Virgin Suicides

Durante a década de 70, o filme enfoca os Lisbon, uma família saudável e próspera que vive num bairro de classe média de Michigan.

O Sr. Lisbon (James Woods) é um professor de matemática e sua esposa é uma rigorosa religiosa, mãe de cinco atraentes adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região.

Porém, quando Cecília (Hanna Hall), de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas, que não podem mais ter qualquer tipo de interação social com rapazes.

Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe.

8. Dublê de Anjo

Direção: Tarsem Singh
País: EUA; India
Ano: 2006
Nome Original: The Fall

Numa Los Angeles em meio aos anos 20, um dublê sofre um acidente que o leva à um hospital gravemente ferido. Com uma fratura na perna e psicologicamente instável, o homem encontra uma garotinha com o braço quebrado. Ele começa, então, a contar uma delirante história fantástica sobre heróis míticos em um mundo sinistro. Ao passo que a história se desenrola e as emoções dos personagens transcendem, a linha entre realidade e imaginação começa a se partir.

9. Um Anjo em Minha Mesa

Direção: Jane Campion
País: Austrália
Ano: 1990
Nome Original: An Angel at My Table

Baseado no relato autobiográfico de Janet Frame, o filme conta a história de uma ruiva gorducha e tímida que é diagnosticada como esquizofrênica e passa oito anos sendo tratada com eletrochoques em um sanatório, para depois se tornar uma das mais aclamadas escritoras da Nova Zelândia. Por pouco não submetida a uma lobotomia, é salva pelo fato de seu livro de contos “The Lagoon and Other Stories”, receber um importante prêmio literário.

10. Gosto de Cereja

Direção: Abbas Kiarostami
País: Irã
Ano: 1997
Nome Original: Ta’m e Guilass

Acompanhamos o Sr. Badii, que viaja de carro pelos campos de Teerã. Ele está procurando um trabalhador, alguém que esteja disposto a ajudá-lo num plano que reflete toda a sua amargura e solidão.

11. Se meu Apartamento Falasse

Se meu Apartamento Falasse

Direção: Billy Wilder
País: EUA
Ano: 1960
Nome Original: The Apartament

Bud Baxter é um funcionário de uma companhia de seguros em Nova York que descobriu uma maneira mais rápida de evoluir de cargo: emprestar seu apartamento para que os executivos da empresa levam para lá suas amantes. O problema começa quando Fran Kubelik, uma dessas mulheres, tenta se matar em seu apartamento.

12. Face a Face

Direção: Ingmar Bergman
País: Suécia
Ano: 1976
Nome Original: Ansikte mot Ansikte

Jenny Isaksson (Liv Ullmann) é uma psiquiatra casada, que é assombrada por visões de uma velha e passa a sofrer uma profunda depressão. Na procura desesperada de fugir deste pesadelo ela tem um caso com Tomas Jacobi (Erland Josephson), um médico casado. Isto só serve para provocar nela uma crise histérica e, quando tem novas alucinações com a velha mulher, ela tenta suicídio. Enquanto está entre a vida e a morte ela imagina ver todas as pessoas que tiveram alguma influência em sua vida. Quando está se recuperando ela consegue entender quem é a velha senhora e por qual motivo provoca tanto sofrimento.

(Autor: Philippe Torres)
(Fonte: cineplot.com.br)
* Texto publicado com a autorização do administrador do site

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA