Mais frequentemente do que imaginamos, o ego em descontrole é a raiz de más decisões pessoais, e pode levar a alguns comportamentos perigosos.

O ego é um dos mecanismos mais destrutivo do caráter e habilidade de um ser humano, que por sinal, é a única espécie que padece deste mal.

Se você fizer um esforço mental vai recordar de pessoas que já alcançaram o topo do sucesso, mas que perderam tudo no decorrer de suas vidas. Quando isso ocorre, é quase sempre em função do ego.

Leia mais: Você é conduzido por seu ID, Ego ou Superego?

A vida real está cheia de exemplos diversos de pessoas comuns, e também famosas que atestam esta teoria. Dentre tantos personagens, um deles me vem à mente neste momento — o cara que ficou conhecido por se passar pelo herdeiro de uma companhia aérea nacional. Quem se lembra dele? O título deste artigo “O Ego vai te levar longe. E vai te deixar lá, sozinho!” atribuída ao escritor paranaense Rodrigo Domit, encaixa-se perfeitamente ao episódio em questão que virou livro e filme.

O Que é Mesmo o Ego?
Existem muitas definições diferentes do que vem a ser “ego”, algumas destas são complexas de entendimento e compreensão. Eu diria que o ego é a parte de nós que sente a necessidade de ser especial, que busca aprovação constante, que quer está sempre certo, sente-se intocável, nunca se enxerga com um problema, pelo contrário, está convicto que os outros representam os problemas.

Identificar se o seu ego está no comando não é tão difícil, e você pode determinar se isto está ocorrendo fazendo-se estas duas perguntas:

1. Eu me sinto superior aos demais que me cercam?
2. Não me sinto inferior aos outros?

Leia mais: TESTE: Que tipo de ego você tem?

Se você respondeu sim a qualquer uma das perguntas acima, então é provável que o seu ego o esteja conduzindo e não você quem está pilotando a sua vida. Mas, você precisa entender que o ego é uma parte inseparável de você, não é o inimigo.

O problema ocorre a partir do momento em que você o deixa assumir, o que pode ser, e normalmente é, prejudicial para a qualidade de sua vida.

A boa notícia é que nem tudo está perdido. Existem alguns princípios fundamentais para manter seu ego no controle. Eis:

Pense antes de falar: Escolha suas palavras com cuidado, dessa forma você estará no controle. Se você o deixar no comando, de sua boca vai sai tudo o que o seu ego quer, e ele quer ser melhor que tudo, melhor que todos, e os danos podem ser irreversíveis.

O que for dito por você voltará em dobro, bom ou ruim. Praticar a integridade de suas palavras resultará em uma melhor qualidade de vida para si e para as pessoas com quem você interage.

Leia mais: A impulsividade e suas consequências

Segure a sua língua: O ego gosta de se mostrar correto. Uma armadilha comum e fácil de cair é quando se tenta fazer alguém perceber que você está certo, não é mesmo? Será mesmo tão importante para você forçar alguém a ver a vida através de sua visão e percepções dela?

Não, esse é o seu ego tentando justificar-se. Os sábios sabem quando falar, quando calar e quando suas palavras terão o efeito de uma gota d´água no oceano, ou seja, não representarão nada.

Pare de se sentir ofendido: Se você está à procura de motivos para se sentir ofendido, você vai encontrá-los praticando atitudes vergonhosas como acusar pessoas injustamente por algo que não tenham feito, cometer um roubo/desfalque na empresa ou bater em alguém sem que seja para se defender, dentre outras coisas.

O comportamento dos outros não é uma razão para se sentir ofendido ou ficar imobilizado. Aquilo que o ofende somente o enfraquece. Este é o seu ego no trabalho convencê-lo de que o mundo não deveria ser do jeito que é.

Leia mais: Admiro As Pessoas Nobres Que Não Se Sentem Superiores A Ninguém

Deixe de lado a sua necessidade de estar certo: O ego é a fonte de muitos conflitos e desavenças porque o leva a acreditar que as outras pessoas estão quase sempre erradas.

Deixando de lado a sua necessidade de estar certo em suas discussões e relacionamentos é como dizer ao ego: eu não sou seu “escravo”. Rejeitando a sua necessidade de estar certo, você estará oferecendo às pessoas uma oportunidade de se sentirem melhores, deixando-as a falar e exporem seu ponto de vista. Agindo assim, você será capaz de fortalecer a sua conexão com o poder da intenção fortalecida, receptiva e bondosa.

Quando você acreditar que a chave para a felicidade, relacionamentos bons, fortes e saudáveis é se libertar de seu ego, perceberá que aquele desejo de reconhecimento, amor ou oportunidades são terrivelmente egoístas, e nunca mais você culpará outras pessoas pelos seus sentimentos de inferioridade ao perceber, dentre outras coisas, que há pessoas mais inteligentes que você, assim como há as menos capacitadas. Assim é a vida.

Leia mais: Em terra de egos quem vê o outro é rei

Mas tenha em mente que o ego é um combatente determinado. Eu vi algumas pessoas darem fim à belas relações insistindo em estarem sempre certas, ou acreditar serem melhores que todas as outras.

Mantenha-se alerta. Se necessário interrompa-se no meio de um debate em que esteja participando e questione-se: “Eu quero estar certo ou ser feliz?”.

(Autor: Iran Melo)
(Fonte: hsmtalentos.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.




SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA