Uma vida medíocre é aquela na qual você coloca um esforço medíocre.

No mito da Bíblia, Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden, condenados a viver pelo “suor de suas testas todos os dias de suas vidas”.

De certa forma, esse é um arquétipo do nascimento, ser expulso do útero, onde a comida, o abrigo e o conforto eram instantâneos, sem esforço e sem limites. O mundo exterior é diferente. Requer esforço ilimitado. Nem todos nós queremos trabalhar duro para viver, e isso é uma vida medíocre, independente de qualquer outra coisa.

A vida é dura. Você está fazendo o seu melhor?

Se não, você pode estar vivendo uma vida medíocre, independentemente dos seus resultados. E só você que sabe se está fazendo o seu melhor.

Uma vida medíocre é de conflito interno crônico. Você sabe que em algum nível você está se boicotando, dando desculpas, culpando os outros e, em geral, sendo uma criança. Algum destes seguintes sinais de uma vida medíocre se aplica a você?

5 sinais de que você pode estar vivendo uma vida medíocre

1. No fundo, você sabe que não está fazendo o seu melhor. Este é provavelmente o sinal mais importante de todos. É preciso ser um adulto maduro para admitir isso e ainda mais maturidade para fazer algo a respeito, sem dar desculpas ou culpar alguém.

2. Procrastinação. É muito mencionada online e por um motivo. A procrastinação é um problema universal. O que aconteceria se você parasse de repente? Onde você estaria em um, três, cinco e dez anos? Essas perspectivas podem encher você de medo do sucesso ou pressão esmagadora de algum tipo, mas é melhor lidar com essas questões do que continuar vivendo uma vida medíocre.

Leia Mais: Assalto à mediocridade: a vida é muito curta para aceitarmos ser medíocres!

3. Você é chamado frequentemente de preguiçoso. Se você é chamado de preguiçoso muitas vezes, provavelmente é porque é, embora seja mais fácil responder às críticas apontando todas as injustiças e hipocrisias com que é forçado a conviver. Novamente, é melhor tolerar a injustiça e parar de ser preguiçoso. Esta é a saída de uma vida medíocre.

4. A mentalidade “suficientemente bom”. A mentalidade “suficientemente bom” permite que você faça o menor esforço possível. Quando você assume um projeto, prefere o caminho de menor resistência para poder voltar ao que prefere fazer o mais rápido possível. Os resultados serão medíocres. Quando você soma todos os resultados “suficientemente bons”, pode estar em um território de vida medíocre.

5. Fazer apenas o que você sente vontade de fazer. Não importa o quanto você seja apaixonado por algo, sempre haverá algo que será chato. Ninguém consegue fazer apenas o que sente vontade de fazer.

Talvez você tenha notado que eu não defini uma vida medíocre pelos resultados, mas apenas por nossas próprias ações. Isso é o que podemos controlar. Fazer o seu melhor em uma área que você tenha talento normalmente irá produzir bons resultados. Este pode ser o elemento mais importante de uma vida bem-sucedida.

(Fonte: psychcentral)
*Traduzido e adaptado por Marcela Jahjah, da equipe Fãs da Psicanálise

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here