É uma merda ser ansioso, a gente tem pressa pra sentir, e quando começa a sentir, acha que é perigoso demais e que por isso, a gente precisa partir mesmo que não seja essa a nossa vontade exatamente.

A gente acha que precisa se falar o tempo todo, ter sempre um novo assunto pra conversar e se não respondem nossas mensagens por algumas horas já é motivo pra pensar bobagens demais. A gente acorda com saudade de viver o que nem viveu ainda, e talvez nem aconteça, porque a gente não pode controlar o futuro. Inclusive, a gente sabe bem disso mas ainda assim sofre por um amanhã que nem está perto de chegar, espera por uma notificação como se fosse uma necessidade pra confortar aquela sensação de insegurança dentro da gente.

A gente começa a pensar que não vai dar certo, por mais que a vontade seja enorme de dar. É que tanta coisa já aconteceu e tantas pessoas já passaram pela gente, que a história parece ser a mesma, só mudam os envolvidos. A gente começa a pensar que o outro vai embora e então a gente pensa em ir embora antes que o outro vá.

Ser ansioso te traz uma insegurança que aperta o teu peito, que por vezes te sufoca, e te faz pensar em fugir. Você tem pressa por tão pouca coisa, os seus pensamentos te atropelam, com frequência, você tropeça nos próprios passos. Ser ansioso te faz pensar em coisas que podem dar errado mesmo quando tudo parece dar tão certo.

No fundo a gente sabe que se a insegurança passa, que criar teorias por coisas tão simples não pode ser verdade, e que os nossos receios não são do tamanho que parecem ser. No fundo é só um medo bobo que vai embora amanhã, e se não for embora amanhã, vai depois.

E o problema não é ter medo, insegurança ou todas essas coisas de adulto. O problema é a gente achar que tudo isso é grande demais e que não vai embora nunca mais.

Mas vai sim, relaxa.

(Autor: Iandê Albuquerque)

*Texto publicado com autorização do autor.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


3 COMENTÁRIOS

  1. Este texto me confortou de certa forma.
    Nós ansiosos criamos o gigante dentro de nós, aquele gigante da insegurança, e por consequência nos deparamos com um medo enorme, que na verdade não tem significado ou razão de existir.
    Crio expectativas em cima de outras expectativas, e muitas vezes essas expectativas ultrapassam seu desejo de dar certo, fazendo parecer que seus pensamentos se realizaram naquele instante que você está pensando.
    Poder enxergar tudo isso hoje, através de meios da psicanálise, me motiva mais ainda ir contra toda essa maré de ansiedade que tenho em mim.

  2. Como me vi nesse texto… É tudo isso que sinto.
    É uma insegurança, uma angústia…
    Sai do controle, não sai do pensamento… é uma tortura!
    Mas quero muito superar tudo isso e ficar leve… sem peso algum…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here