A cada momento, quer você queira ou não, você está absorvendo novas informações que mudam seu cérebro. Especificamente, alguns dos seus neurônios se conectam mais fortemente, estabelecendo sinapses, um sinal elétrico que está na base do aprendizado e das memórias.

Naturalmente, esse processo tem um limite, pois a energia é necessária para manter essas conexões. Como não temos tanta energia, não podemos fortalecer nossas sinapses indefinidamente. Na verdade, não seria saudável porque, se as sinapses ficassem cada vez mais fortes, nossos neurônios alcançariam um estado de hiperatividade que poderia causar convulsões ou epilepsia.

Em teoria, o sistema poderia atingir o ponto de saturação total, de modo que não apenas seríamos incapazes de aprender coisas novas, mas não poderíamos decodificar os estímulos do meio.

No entanto, nosso cérebro tem uma carta na manga para evitar esse desastre: os neurônios podem reduzir suas sinapses em massa, enfraquecendo-as para que sua força seja menor e consuma menos energia. E aproveita o melhor momento para fazê-lo: quando estamos dormindo, enquanto nos desconectamos do mundo.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here