Era uma vez uma vovó e seu netinho, amaram-se, e foram felizes para sempre. Esta poderia ser a história de muitos avós e netinhos pelo mundo afora, mas é apenas uma alegoria para chamar a atenção do leitor. É mito quando dizemos que crianças criadas pelos avós são prejudicadas pelo excesso de amor e carinho. Ao contrário, crianças necessitam de amor, muito amor, amor sem limites.

Os avós são excelentes formadores, pois têm experiências de vida e sabem o que é bom ou não para os seus netos. Claro que toda criança deve ser educada pelos pais, mas caso isso não seja possível e os avós assumam a educação das crianças eles saberão com o amor educá-las tão bem o quanto os pais. É mito também que os avós deixam os netos fazerem tudo e que não sabem dizer não para eles. Depende dos avós. Conheço muitos que são firmes e impõem limites aos netos.

Crianças criadas pelos avós são mais emotivas, sensíveis e herdam deles os valores e virtudes morais para uma vida melhor em sociedade. Vivemos num ambiente onde a cultura de ódio está se disseminando e as crianças precisam de amor para não serem vítimas dessa cultura. As crianças aprendem desde cedo a amar o meio ambiente e a respeitar as pessoas por iguais, ou seja, sem distinção de classe, raça, camada social ou gênero. Os avós, na sua maioria, não têm preconceitos com nada, e transmitem aos seus netos os seus valores. Há adolescentes criados pelos avós que tiram as melhores notas nas escolas e são extremamente competitivos.

A convivência com os avós através das suas experiências propiciou-lhes a aprendizagem da sabedoria de perder, respeitar o próximo, seguir adiante e renovar os sonhos sempre num novo amanhã. Os netos recebem dos avós o amor necessário para nunca desistirem dos seus sonhos, por isso não se pode dizer que crianças educadas pelos avós têm uma formação prejudicada. O excesso de amor nunca foi prejudicial a ninguém, quando se ama mesmo há um cuidado e responsabilidade para com o objeto amado.

Vivemos num mundo onde o amor é pouco valorizado, onde os laços afetivos de pais e filhos tornam-se cada vez mais fracos seja pela falta de tempo que os pais têm de se dedicarem a eles, seja pela tecnologia que afasta os filhos dos pais prendendo-os aos diversos aplicativos de entretenimento. Com os avós as coisas são bem diferentes, como a maioria dispõe de tempo para brincar e ensinar aos seus netos, tiram as crianças de frente dos aparelhos celulares e computadores seja pedindo ajuda para fazer um bolo, seja convidando-os para um passeio na padaria. Os avós conservam as tradições dos seus ancestrais e passam isso para as crianças que tanto necessitam de novas aprendizagens.

As crianças gostam de ouvir as histórias dos seus antepassados e os avós sabem muito bem contá-las sempre colocando alguém como herói o que leva a criança a imaginar que se teve um tio, prima ou bisavó que venceu na vida ela também pode vencer e se tornar heroína. Os avós educam com exemplos que trazem ao longo dos anos e hoje o que temos visto são pessoas jovens sendo avós, pessoas cheias de saúde e vontade de estarem juntas de seus netos e partilharem da educação deles. Os avós não são mais tão velhos como eram antigamente.

Leia Mais: A educação vem dos avós

Da minha parte pude constatar uma criança criada pela avó que se saía muito bem no raciocínio lógico na escola, essa por sua vez jogava todas as tardes com o neto e dava de presente para ele joguinhos de lógica. E outra vez vi um netinho que tinha um pai bastante violento e passou a ser criado pela avó que lhe deu amor e o ensinou a lutar pelos seus sonhos, essa criança hoje é um engenheiro. O que torna melhor uma criança não é quem a educa, mas como ela é educada. Seja por avós ou pelos pais. Isso não importa, porém dizer que os avós prejudicam a formação da criança não é verdade.

Os avós costumam dormir cedo, logo as crianças acostumam-se com as suas rotinas. Tudo é baseado na convivência, nos limites, na responsabilidade, no saber dizer não e impor-se quando necessário. Avós são pessoas responsáveis e extremamente carinhosos, não é verdade que na casa da avó faço o que quero. Há avós que são mais eloquentes na educação dos seus netos do que os próprios pais, pois eles sabem dos perigos e artimanhas que o mundo contemporâneo tem para as crianças. Os avós conhecem o mundo mais do que ninguém, por isso sabem como educarem os seus netos.

Eles sabem tão bem disso que ensinam a amarem para que seus corações cheios de amor saibam perdoar o individualismo e irresponsabilidades do outro. Retomo as minhas palavras de que as crianças devem ser educadas pelos pais, mas na ausência deles os avós sabem muito bem cumprir essa tarefa.

Era uma vez um netinho e seus avós que brincavam de criar cavalinhos voadores em folha de papel com giz de cera.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Rosângela Trajano
Rosângela Trajano é licenciada e bacharel em Filosofia com mestrado em literatura, escritora, ilustradora e professora de filosofia para crianças. O que mais gosta de fazer é poetizar para crianças. É colunista do site Fãs da Psicanálise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here