Mais comum do que se imagina, cerca de 60 milhões de pessoas no mundo tem Transtorno Afetivo Bipolar, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Você deve conhecer alguém com este transtorno, e por isso, preparamos este conteúdo para te ajudar a lidar com uma pessoa bipolar.

O que é Transtorno Afetivo Bipolar?
É importante entender que o Transtorno Afetivo Bipolar é uma doença e não uma fraqueza pessoal. Este distúrbio mental consiste na alternância entre episódios depressivos e de euforia, e pode afetar os relacionamentos. O ânimo do paciente oscila de um extremo a outro, em reações desproporcionais aos fatos da vida e sem um motivo aparente, fugindo do controle.

Dicas para lidar com uma pessoa bipolar
Lidar com os altos e baixos do transtorno bipolar pode ser difícil e muitas vezes a família, os parceiros e os amigos enfrentam as consequências. Mas o apoio é um fator muito importante para o bipolar viver bem.

Informe-se sobre o Transtorno Afetivo Bipolar – saber sobre os sintomas e tratamentos irá ajudar a conviver com o bipolar e a controlar o transtorno;

Aceite os limites do bipolar – ele não pode controlar o humor, então dizer o tempo todo “pare de agir como louco” ou “pense positivo” não ajudará;

Reduza o estresse – o estresse piora o transtorno bipolar, então pergunte como você pode ajudá-lo ou se voluntarie para assumir algumas responsabilidades do bipolar. Ter uma rotina familiar também ajuda;

Ouça o bipolar – uma comunicação honesta é essencial e ajuda a conviver com o bipolar. Compartilhe as preocupações, pergunte como ele sente e se esforce para ouvi-lo, mesmo que não concorde com o que ele diz;

Não se ofenda facilmente – em um episódio bipolar, é comum ser cruel ou muito crítico. Tente lembrar que são sintomas do Transtorno Afetivo bipolar, e não egoísmo ou maldade;

Leia Mais: Transtorno Bipolar é a doença que mais causa suicídios

Esteja preparado para comportamentos destrutivos – quando o familiar estiver bem, converse e combine passos estratégicos para quando houver uma crise. Assumir o controle das finanças ou ficar com as chaves do carro são medidas de segurança.

O tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar varia de acordo com a gravidade, mas geralmente é feito com medicamentos e terapia. Não existe cura deste transtorno, mas é importante controlá-lo, pois pode gerar complicações e levar até ao suicídio.

Além disso, é importante cuidar da saúde mental de si mesmo também. Negligenciar as próprias necessidades não irá ajudar o amigo ou parente bipolar. Ao cuidar de si mesmo emocionalmente e fisicamente, você será capaz de lidar melhor com uma pessoa bipolar.

Referências:

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here