Eu me sinto rejeitada. Mas não me lembro de ter sido assim a vida toda. Acredito que tudo começou com as verdades adultas. Quando você deixa de ser criança e descobre que o mundo não é lá essa coisa linda que a gente pinta. O tempo passa rápido demais, as pessoas correm, esbarram em você e não tem tempo para desculpas.

Você descobre que todo mundo têm um lado cruel, inclusive você e isso te desanima, te entristece. Cria traumas, sentindo a sujeira do ser humano e descobre que essa sujeira pode te pegar fundo. A melancolia assume o lugar da alegria de outrora e sua máscara de boa moça querida começa a derreter. Mas isso não te desespera, afinal, você nunca será eternamente a mesma pessoa de antes, seus sentimentos e verdades agora são outros, faz questão de se livrar dessa máscara a qual carregava sem saber, numa vida de utopia. Você se orgulha da sua honestidade e da sua capacidade de justiça, mas o mundo não.

E você descobre isso da pior forma possível: sendo rejeitada. As pessoas falam de você, te julgam, mesmo quando você está sendo agradável. Tudo é motivo para briga e ninguém mais te escuta, porque você tornou-se aquela que ninguém mais faz questão de entender. Porque deixou de ser clichê de moça legal.

Não cumprimenta todo mundo quando chega numa festa, não é submissa, não puxa o saco de ninguém e não é fácil arrancar o seu sorriso. Então você tornou-se insignificante para uma sociedade onde o riso de interesses e o concordar com quem tem poder é muito mais precioso. Falar a verdade não. Então pegue tua cabeça louca cheia de ironias e vá ficar séria em outro lugar, pensando as “bobagens” que as pessoas não querem saber.

Faz um tempo que tento me adestrar ao fato de não mais precisar da aprovação das pessoas. De não mais querer me fazer entendida. De não mais querer consertar injustiças. Passo dias repetindo o mantra desapega, desapega, tipo propaganda OLX. Imagino intimamente qual seria o problema comigo, pois a credibilidade é tão pouca que nem querem saber o meu lado da história. Sinto-me rejeitada. Desimportante. Descartável.

Escuto as pessoas e aceito conselhos. Dizem-me que tudo tem um limite. Então se eu os ultrapassei tento melhorar, mudo. Sorrio mais, não é isso que querem? Conto piadas, não dou mais opinião, discutir então, nem pensar. Mas por mais que tente a rejeição está ali, marcada como uma cicatriz por corte de faca. Por que a vida é tão egoísta que ninguém quer dar uma segunda chance ou reconhecer o esforço de alguém. A baixa auto-estima vai de encontro ao fundo do poço e você começa a pensar besteiras, coisas ruins, coisas terríveis.

Leia Mais: E se você não tiver a vida que quis ter?

Pensa onde será que eu errei? Onde será que aquela menina doce se perdeu? Você até sabe a resposta, mas infelizmente não pode contar. E como lidar com esta verdade? Como deixar de ser influenciada por motivos secretos e voltar a causar nos outros a empatia de antes? E pior, porque não pode ser como é? Não será digna de ser amada dessa forma “errada”, mas sua?

Eu não entendo qual a dimensão diferente em que estou vivendo para ser tão má compreendida. O cérebro humano é uma das maiores incógnitas que Deus já criou. Quantos de nós já não tivemos vontade de abrir a mente de alguém e estudar profundamente? Enfim, é tão triste se sentir assim. A gente tenta acertar, mas parece que só erra. E a dor aumenta, dilacera e faz a gente cair. Me olho no espelho e não vejo problemas, até que é tudo bonitinho por dentro e por fora, mas o que será que as pessoas enxergam? Isso enlouquece. Eu juro que sou legal, porque ninguém vê? Macumba, só pode.

Leia Mais: Pare de ser um obstáculo em sua própria vida

Quantas de nós se sente assim, por diversos motivos? Família, amor, amizade, ou tudo junto? E o que fazer sobre isso?

É preciso resgatar nossa força e dar um lembrete a todos nós que carregamos esse sentimento. Rejeição é muito ruim, mas pior é ser quem você não é apenas para ser popular, ser aceita, ser querida. Leia seu coração e sinta o que de verdade há dentro dele. Se for coisa ruim, jogue fora, tire, trabalhe isso, mesmo se for necessário pedir ajuda profissional.

Agora se o que está dentro de você for algo bom, pare de se remoer. Nem Jesus agradou a todos. Trabalhe sua auto-estima, faça sua parte, dê o que de melhor tem dentro de si, que um dia o significado de tudo isso virá à tona.

Só você precisa saber a sua importância e melhorando sua auto-estima e confiança todos também saberão (se é que realmente importa). Fique perto de quem te ama de verdade, por que a platéia sempre irá embora ao final do show, mas quem te ama, ficará! Ame-se apesar de todas as coisas.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Mia Coutinho
Publicitária por formação, aeromoça por opção e escritora por paixão. Virginiana, perfeccionista, mãe do Henri. Entre fraldas e mamadeiras, entre pousos e decolagens, entre artes e artimanhas, ela escreve. Escreve porque para ela, escrever é como respirar: indispensável à vida! É colunista do site Fãs da Psicanálise.


1 COMENTÁRIO

  1. Bom texto. Mas, se o rejeitado fez todo um grupo se voltar para esta terrível decisão de acua-lo, penso que ele precisa rever se está agindo de maneira a não perturbar a paz alheia. Sincericídeo e falta de ética e moral me afastam sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here