Na vida temos que lidar com muitas pessoas, algumas são maravilhosas e deixam uma impressão positiva indelével, outras não são muito. Há pessoas insuportáveis que nos estressam, contrariam ou irritam, e que tentam nos manipular ou descarregar sua energia emocional negativa sobre nós.

Para o bem do nosso equilíbrio psicológico, devemos aprender a lidar com essas pessoas. Se sempre fugirmos deles, é provável que acabemos em uma zona de conforto restrito, composta por pessoas que compartilham nossa mentalidade, o que poderia levar ao tribalismo e à intolerância. É por isso que podemos ver pessoas insuportáveis como uma maravilhosa oportunidade de crescer emocionalmente.

Quem são as pessoas insuportáveis?

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que todos nós podemos nos tornar pessoas insuportáveis, porque algumas de nossas características podem ser difíceis de serem toleradas por alguém. Além das pessoas que humilham, desqualificam e insultam, existem outras atitudes e comportamentos que podem ser potencialmente insuportáveis para os outros.

O perfeccionismo levado ao extremo, por exemplo, pode tornar-se insuportável porque implica sempre pedir mais dos outros, sem nunca ficar satisfeito com o que recebemos. O supercontrole também pode arrancar o oxigênio psicológico, a ponto de se tornar uma prisão insuportável. Reclamar continuamente infecta os outros a partir de uma visão pessimista da vida, isso tem um poder cumulativo, o que acaba tornando insuportável a presença daquela pessoa. Aqueles que procuram se tornar juízes máximos, criticam tudo e sempre querem estar certos também podem ser insuportáveis.

Isso significa que da próxima vez que você tiver que lidar com uma “pessoa insuportável”, deve ter em mente que essa qualificação também depende do seu grau de tolerância. O que é insuportável para você, pode não ser para outra pessoa. O simples fato de assumir essa perspectiva ajudará você a lidar melhor com as características dessas pessoas que o incomodam.

Pessoas insuportáveis: como lidar com elas sem perder seu equilíbrio psicológico?

1. Elabore um plano claro e mentalmente treine-o. A possibilidade de prever o que vai acontecer a seguir, assim como a sensação de ter controle, reduz consideravelmente o nível de estresse e os sentimentos de desconforto. Portanto, se você já sabe de qual perna uma pessoa manca, você pode se preparar mentalmente para o encontro. Quanto tempo isso pode durar? O que eu poderia te dizer e o que você pode responder? Que rotas de fuga você tem se a situação se degenerar? Como você vai lidar com essa característica que te irrita tanto?

2. Proteja sua paz interior. Paciência e autocontrole não são qualidades infinitas, elas esgotam rapidamente quando estamos exaustos ou irritados. É por isso que é importante que você proteja seu equilíbrio psicológico ao longo do dia. Se você se sentir relaxado e em paz consigo mesmo, é menos provável que a negatividade dos outros cause um impacto em você, podendo gerenciar essas pessoas complicadas de uma maneira muito melhor.

Leia Mais: “Quem decide morrer não o faz por falta de amor à vida, mas porque o sofrimento se tornou insuportável”

3. Desenvolva uma atitude de atenção plena. Muitas vezes não reagimos à situação, mas ao filme que mentalmente projetamos sobre o que está acontecendo. Isso significa que podemos dar sentido às palavras, atitudes e comportamentos da outra pessoa mesmo que eles realmente não os tenha. Portanto, a melhor maneira de lidar com pessoas insuportáveis é assumir uma atitude de atenção plena, o que implica em não julgar. Quando em dúvida, não tire conclusões precipitadas, melhor questionar e esclarecer.

4. Não personalize. Se você levar a situação ao nível pessoal, será mais difícil suportar a situação. Dessa forma, é mais provável que você se sinta humilhado ou envergonhado. E tudo o que te machuca, geralmente gera uma reação defensiva. Portanto, quando você tem que se relacionar com uma pessoa insuportável, tente não a levar ao nível pessoal. Suponha uma distância psicológica que permita que você se separe das emoções que está experimentando.

5. Seja empático. Quando você está frustrado, irritado ou com raiva, é difícil ter empatia com a pessoa que gerou esses sentimentos. Pelo contrário, desenvolver a empatia é uma excelente estratégia para lidar com pessoas insuportáveis. Em vez de alimentar os pensamentos de raiva e ira, tente colocar pensamentos compassivos em seu lugar. Talvez essa pessoa se comporte assim porque teve uma vida difícil, porque tem problemas pessoais ou porque sofre de um problema psicológico. Não se trata de desculpar seu mau comportamento, mas impedi-lo de gerar uma reação emocional intensa em você que acaba se desestabilizando.

6. Defina limites para o seu diálogo mental. Uma das piores coisas que você pode fazer é continuar pensando sobre o que aconteceu, pensando sobre o que você poderia ter dito, mas você ficou quieto, culpando-se por não ter se defendido o suficiente. Esses pensamentos ruminantes não lhe farão bem, pelo contrário, alimentarão emoções como frustração e raiva. Portanto, se você acha que cometeu um erro, aprenda a lição, mas vire a página o mais rápido possível. Se você não fizer isso, você estará dando a essa pessoa um poder enorme, porque mesmo que ele não esteja presente, ele continuará a desequilibrá-lo.

7. Seja claro. As pessoas insuportáveis geralmente tencionam muito a corda até atingir o ponto de ruptura. Não os deixe fazer isso. Conheça seus limites e seja claro sobre eles. Fale com firmeza, para que a outra pessoa tenha claro quais são as linhas vermelhas que não devem cruzar.

(Fonte Original: rinconpsicologia)
*Texto traduzido e adaptado por Carolina Marucci, da equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here