Como a maioria das pessoas em seus vinte e poucos anos de idade, eu fiz minha parte na busca de alma, enquanto tentava me tornar um adulto plenamente funcional. Uma das questões mais difíceis que tive de superar em minha jornada foi perceber quando agir e tentar mudar as coisas, mesmo quando a batalha não é minha.

Há alguns meses, tive uma experiência especialmente forte que abriu meus olhos, envolvendo uma pessoa da qual estava perto. Ela tinha tanta negatividade e amargura, que desgastou todos os meus esforços para brilhar e ser diferente.

O momento de clareza veio quando todas as minhas intenções foram torcidas e transformadas em algo completamente oposto. Foi aí que percebi que as pessoas veem as coisas como o reflexo de quem são. Não importa o quanto você tenta ajudá-las, é inútil até que elas se tornem dispostas a mudar sua perspectiva.

Não me interpretem mal. Sendo persistente e trabalhando duro para atingir nossos objetivos e mudar as coisas que podemos, ainda é uma maneira muito eficaz para alcançar qualquer coisa.

No entanto, precisamos ser sábios o suficiente e saber quando aceitar certas coisas do jeito que são. Aqui está uma lista de 6 coisas:

1.Nem todo mundo vai gostar de você

Não importa quão duro isso possa parecer, é a verdade. Tentar fazer com que todos gostem de você só vai torná-lo invisível, pois você vai bloquear suas cores verdadeiras tentando usar a máscara perfeita para a situação. Permitir que as pessoas vejam e conheçam o seu verdadeiro “eu”, irá levá-lo a amigos, parceiros e colegas de trabalho certos para você. Portanto, você não precisa da aprovação do mundo inteiro.

Leia mais: Só é feliz quem para de tentar agradar a plateia

2.Culpa não mudará nada

Sentir-nos culpados por alguns erros que cometemos não mudará nada, apenas nos impedirá de avançar. Em vez disso, devemos aceitar, reconhecer nossos erros e aprender com eles, já que eles existem para nos ajudar a crescer.

3.Você não pode mudar ninguém

Qualquer esforço para mudar uma pessoa que não está disposta a desistir de seu comportamento destrutivo ou crenças só será contraproducente, uma vez que seus mecanismos de defesa vão criar uma parede tão grande que nenhuma de nossas palavras gentis poderão quebrar. A única maneira de ajudar alguém é deixá-lo ser, e perceber que tem seu próprio caminho, e que vai lidar com suas questões em seu próprio tempo e termos.

Leia mais: Reconheça a si mesmo nos outros

4.Você não é imortal

A maioria de nós coloca o nosso trabalho em primeiro lugar, e no ciclo vicioso de sempre alcançar mais, esquecemos de descansar, cuidar da nossa saúde, e desfrutar do tempo gasto com os nossos entes queridos. Achamos que temos todo o tempo do mundo. Devemos realmente perceber que não vamos ficar neste planeta para sempre. Quanto mais cedo chegarmos a um acordo com esta verdade, mais cedo pararemos de trabalhar nossos corpos até a exaustão e começaremos a apreciar a vida que estamos vivendo, cuidando de nossa saúde mental, física e espiritual.

5.Você só está competindo consigo mesmo

Comparar o seu próprio sucesso, riqueza e aparência com o dos outros só fará você perder-se no processo. Você é único, e como tal, não deve e não pode competir com qualquer outra pessoa, além de seu eu anterior. Você não deve se preocupar com a vida das outras pessoas, deve se preocupar em estar melhor do que ontem.

Leia mais: Pare de se comparar! Você é exclusiva!

6.Você é responsável pela maneira como se sente

Nada que alguém diz ou faz pode ter qualquer impacto sobre nós, a menos que deixemos. Não podemos controlar os pensamentos ou ações de outras pessoas, mas podemos escolher como isso nos afetará. Aprender a não deixar que as reações dos outros afetem o modo como se sente, te ajudará a economizar energia para investir em seu desenvolvimento pessoal.

(Autor: Ana Erkic)
(Fonte: lifehack.org)
(Tradução: Equipe Fãs da Psicanálise)

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise

A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here