Todos podemos nos comportar de maneira tóxica de tempos em tempos. Nós nos tornamos uma pessoa tóxica quando não respeitamos os limites dos outros, tentamos manipulá-los ou os tornamos o reservatório de nossas queixas. No entanto, há pessoas que se comportam de maneira tóxica continuamente, então relacionar-se com elas geralmente é uma corrida de resistência que nos deixa exaustos e gera uma espécie de ressaca emocional.

Emoções são contagiosas. Nós sabemos disso por nossa própria experiência. Depois de um café com um amigo nos sentimos bem, mas quando temos que lidar com uma recepcionista mal-educada, sentimos uma sensação de desconforto. Muitas dessas pessoas não vão mudar a sua atitude, e nós nem sempre podemos evitá-las, assim não há escolha, mas podemos aprender a recarregar a bateria emocional depois desses encontros, assim podemos evitar que a negatividade acabe completamente arruinando o nosso dia.

Como se recuperar de um encontro com uma pessoa tóxica?

1. Replante suas crenças
As pessoas tóxicas têm uma “habilidade especial” para desencorajar os outros, são especialistas transmitindo sua visão pessimista do mundo. Como eles geralmente percebem a realidade de maneira muito negativa, seu tópico favorito de conversação é desconforto. Eles tendem a unir seus discursos em torno de reclamações, concentrando-se em quão horrível o mundo é e o quanto sofrem. Para essas pessoas, o mundo é um lugar terrível e hostil.

Como resultado, não é estranho que depois de uma conversa acabemos “infectados” com essa negatividade e comecemos a ver a vida sob seu prisma cinza e pessimista. É provável que as reclamações dessa pessoa tenham uma base real, mas devemos estar cientes de que esta não é a única maneira de ver o mundo, é apenas uma visão parcial focada no negativo.

Portanto, se depois de conversarmos com uma pessoa nos sentimos particularmente desencorajados e pessimistas, devemos nos esforçar para mudar o foco e nos perguntar se a nossa vida é realmente tão ruim ou se é porque nos contaminaram com sua negatividade. Tudo o que acontece tem uma parte positiva e uma negativa, se concentrar apenas nas coisas ruins é como colocar um óculos cinza e deixar que ele nos impeça de ver as cores do mundo.

2. Retorne para sua órbita
As pessoas tóxicas geralmente têm uma enorme capacidade de virar a conversa, são especialistas no desenvolvimento de uma visão heliocêntrica em que os outros se tornam planetas que giram em torno deles. Como resultado, é comum acabarmos um pouco “fora de nós”, perder a bússola e ceder às suas ideias, tornando-as nossas.

Portanto, para se recuperar de um encontro tóxico é necessário voltar a nossa órbita habitual, o que significa aprender a diferenciar entre a nossa verdadeira responsabilidade e as responsabilidades que queremos adotar entre os nossos problemas e os problemas dos outros, incluindo a nossa visão do mundo e a visão dos outros.

Impedir-nos de recolocar os nossos satélites em órbita, torna alguém uma pessoa tóxica com a intenção de manipular ou nos arrastar na sua visão de enfrentamento da vida.

Leia Mais: Ressaca emocional: como te afeta e como minimizar seu impacto?

3. Suas emoções no sofá
Pessoas tóxicas geralmente nos mergulham em uma montanha russa emocional, porque são especialistas em manipular nossos segmentos mais sensíveis. Como resultado, é provável que acabemos experimentando uma ampla gama de emoções “negativas” que vão da angústia à culpa, raiva e ou frustração. Em vez de ignorar essas emoções, devemos prestar atenção a elas.

Cada emoção não é apenas uma reação às circunstâncias, mas também uma mensagem do nosso “eu” mais profundo. Se depois de lidar com uma pessoa tóxica somos invadidos por emoções desagradáveis, devemos nos perguntar o que eles estão tentando nos dizer.

Podemos aproveitar essa experiência aparentemente negativa para aprender um pouco mais sobre nós mesmos e crescer. Quais fibras sensíveis essa pessoa está tocando para nos manipular ou nos fazer sentir mal? Como podemos reforçar esses pontos sensíveis para não sermos tão reativos?

A chave está em uma frase: “Seja forte como pedras que batem as ondas, permanecem firmes em seus pés enquanto a espuma é agitada até que termine desaparecendo”.

4. Nenhuma procrastinação, o passado é passado
Uma das maneiras de fortalecer as pessoas tóxicas é continuar pensando em suas mensagens ou na situação em que estivemos envolvidos. Então, sofremos uma ressaca emocional, o que significa que as emoções intensas geradas por esse encontro continuam a permear nosso pensamento, decisões e humor.

Até certo ponto, é normal que após uma reunião que nos deixou com um gosto ruim em nossas bocas, paremos para refletir sobre como nos comportamos e o que poderíamos ter feito de forma diferente. Não é uma coisa negativa, pelo contrário, pode nos ajudar a estabelecer uma estratégia de enfrentamento mais assertiva.

No entanto, devemos ter cuidado para não cair na procrastinação, porque se dermos rédea livre a essas ideias, acabaremos nos tornando prisioneiros daquela pessoa tóxica, deixando que sua influência determine nosso estado de espírito e dite nossas decisões. “Deixe o passado passar”.

5. Faça algo que te faça sentir bem
Depois de uma experiência difícil que nos deixa esgotados emocionalmente, não há nada melhor para recarregar nossa bateria emocional do que fazer algo que nos faça sentir bem. As endorfinas que essa atividade libera, servirão para neutralizar o cortisol que gerou a experiência com a pessoa tóxica.

Não se trata de nos evadir, mas de equilibrar experiências para redescobrir nosso equilíbrio emocional paz interior. Desta forma, estamos dizendo que, afinal, o dia não passou tão mal. É sobre estar ciente de que agora podemos criar novas experiências que nos fazem sentir melhor.

Fazer algo que nos agrada significa impedir que outras pessoas limitem nossa alegria, contaminando toda a nossa jornada com uma energia negativa. Significa não lhes dar mais poder sobre nós e recuperar o controle de nossas vidas, em vez de ficarmos presos na experiência negativa.

(Autora: Jennifer Delgado Suárez)
(Fonte Original: rinconpsicologia)
*Texto traduzido e adaptado por Carolina Marucci, da equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here