relationship difficulties

“Eu não sei viver sem você”.
“Sem você a minha vida não tem cor”.
“Você é tudo para mim”.
“Minha missão é te amar”.

Essas são algumas das máximas que todos nós dissemos ou ouviremos um dia, infelizmente, em algum momento de desespero.

Todas são sim, uma profunda ilusão.

Esse vazio que contorna seu peito e faz com que a vida perca a graça, fazendo com que a sexta seja só mais um dia sem entusiasmo e as lágrimas transbordarem incontrolavelmente nos seus olhos, não é falta de amor, mas falta de auto preenchimento e excesso de sensações físicas.

Nunca coloque a responsabilidade da sua felicidade nas mãos de outra pessoa. Isso, além de injusto, deixa um peso muito grande sobre esse alguém, fazendo com que precise lidar com duas vidas simultaneamente, trazendo um estresse e uma pressão absurda sobre ele.

Muitas vezes não sabemos lidar nem conosco, imagina proporcionar a felicidade de outro?

Não é à toa que a frase “você não é mais o mesmo” tem caminhado junto aos términos atualmente. É claro, lidar com mais de um método, mais de uma solução de propósito de vida e a compreensão de existência é algo muito pesado.

Muitas pessoas não amam a gente, mas amam o que nós podemos proporcionar a elas. Ou até mais, o status de estar em um relacionamento com esse alguém.

Relacionamento não é prisão, não é submissão, mas sim, adaptação.

“EU TE AMO” é uma frase muita mais complexa que o simples fato de desejar a presença de alguém, é muito mais que querer ser a alegria de alguém. As pessoas dizem amar, mas na realidade são extremamente egoístas, dizem “ou ama a mim ou tomara que sofra por amor”.

Leia Mais: Amor também é desistir

Que amor é esse? Que sentimento é esse? Egoísmo, egocentrismo, insegurança. Pessoas que precisam de outras para viver são parasitas de toque, obsessivos por carinho.

O amor real é aquele que, por mais que doa ver a pessoa partir, você entende que é para o bem DELA. O amor pensa no OUTRO antes de nós mesmos, é ficar acordado enquanto o outro descansa, é trabalhar em dobro enquanto o outro se recupera, é deixar o último pão na mesa para ela, mesmo morrendo de fome.

Muitas vezes sabemos que dói, mas se o outro conseguir sorrir mais uma vez ou até menos que isso, apenas esteja bem, nos dá essa sensação que tudo vale a pena. Amor é deixar ela seguir o seu caminho, mesmo sabendo que está errada, pois você não pode influenciar no seu livre arbítrio.

AMOR É LIBERDADE.

Uma pessoa fica porque ela quer e não porque você precisa dela, não vive sem ela, morreria se ela se for embora.

Aprenda os conceitos do que carrega no peito e então terá uma vida – não mais fácil – mas, compreensível.
Pois aquele que pensa no próprio ganho de satisfação nunca amou de verdade, apenas utiliza-se de alguém para se sentir bem e deseja que ela esteja aprisionada a vida dele.

O maior sinal de amor é agir em benefício do outro mesmo quando essa ação não irá lhe proporcionar absolutamente nada de recompensa, mas você age apenas porque ela é importante demais para você.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Gabriel Capeletti
Professor por vocação, estudante de psicologia por paixão, morador da Serra gaúcha, amante de rimas intrigantes e do poder que cada palavra possui de tocar o coração de uma forma tão singular. É colunista do site Fãs da Psicanálise.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here