Pessoas com o tipo de personalidade INFJ são algumas das pessoas mais raras do mundo. Eles têm características extremamente únicas que os diferenciam dos demais.

Você se sente diferente de todos que conhece? Se sim, não se preocupe. Não há nada de errado com você. O sistema de Meyers e Brigg classifica os diferentes tipos de personalidade que podem ser encontrados. Este método foi desenvolvido por dois psicólogos usando as teorias psicanalíticas de Carl Jung. O sistema é dividido em 4 categorias diferentes; extroversão X introversão, intuição X percepção, pensamento X sentimento e percepção X julgamento.

De acordo com o sistema, uma personalidade do INFJ contém introversão, intuitividade, sentimento e julgamento.

Abaixo estão algumas características que ajudarão a determinar se você ou alguém que você conhece é um INFJ.

Esses diamantes brutos são um verdadeiro tesouro, então se você encontrar esse tipo de personalidade em sua vida, nunca os deixe ir!

1. Eles gostam de escrever
INFJs preferem escrever do que falar. Eles não são grandes faladores, a menos que seja absolutamente necessário. Eles encontram paz na escrita porque lhes permite usar criatividade para expressar seus pensamentos.

2. Eles pensam muito
INFJs são os pensadores finais. Eles não podem deixar uma situação social acontecer. Não, eles têm que passar por essa situação em sua cabeça um milhão de vezes antes que eles possam se sentir seguros. E eles quase nunca se sentem seguros.

3. Eles têm uma mentalidade tudo ou nada
Qualidade acima de quantidade. SEMPRE. Eles acreditam que, se você não for capaz de dar o seu melhor, então você não deve nem começar a fazer.

4. Eles têm dificuldade em colocar pensamentos em palavras
Nem sempre é fácil colocar pensamentos em palavras para um INFJ. Seus pensamentos são muitas vezes tão complexos e confusos que é difícil descobrir o que exatamente eles querem dizer.

5. Eles são solitários
Eles podem ser encontrados vagando pelo parque sozinhos, tomando um chá sozinho em um café. No entanto, não assuma que eles estão sozinhos. Eles escolhem se isolar do mundo para entrar em contato com seu eu interior e organizar seus pensamentos.

6. Eles podem se encaixar em qualquer lugar
Eles são pessoas extremamente flexíveis que podem se encaixar em praticamente qualquer multidão. Eles não têm problema em usar isso para sua vantagem.

7. Eles são empáticos e sensíveis
Você já ouviu a palavra empatia antes? Isso descreve perfeitamente os INFJs do mundo. Eles são pessoas incrivelmente atenciosas e generosas. Eles sempre farão de tudo para ajudar os necessitados. Eles pensam sobre o que seria a vida no lugar de outras pessoas. É isso que os torna tão sensíveis aos sentimentos dos outros. Eles nunca machucariam intencionalmente alguém.

Leia Mais: TESTE: Quão rara é sua personalidade?

8. Eles selecionam cuidadosamente seus amigos
INFJs preferem o conforto de sua própria casa e eles valorizam sua privacidade. Eles preferem ficar sozinhos do que cercados de más companhias. Eles são muito seletivos com quem os cerca. Eles só querem sair com pessoas que compartilham os mesmos valores e que também respeitam seu tempo sozinho.

9. Eles buscam a verdade
Os INFJs são fascinados pelos mistérios do nosso universo. Eles poderiam passar a noite inteira apenas observando as estrelas passarem. Eles não estão interessados em coisas comuns como quem venceu um jogo esportivo. Eles preferem se aprofundar na verdadeira natureza das coisas. Esteja preparado para algumas conversas profunda com um INFJ.

10. Eles confiam em sua intuição
Intuição. Intuição. Intuição. INFJs podem facilmente perceber quando algo não está certo. Esta é uma das suas características mais importantes. Eles não apenas têm um profundo senso de intuição, mas também ouvem seus sentimentos. Enquanto a maioria das pessoas ignora esses sentimentos, os INFJs têm um senso aguçado sobre o que está acontecendo em suas vidas. Seu instinto quase nunca está errado.

11. Eles são trabalhadores duros
Você nunca encontrará um INFJ preguiçoso. Quando se trata de trabalhar, essas pessoas estão constantemente tentando alcançar seus objetivos. Eles rapidamente aprenderam que na vida nada vem de graça. Eles constantemente dão 100% de si mesmos para suas tarefas.

12. Eles estão conscientes do futuro
As pessoas que possuem a personalidade do INFJ não ficam obcecadas com as pequenas trivialidades da vida. Eles tendem a se concentrar no quadro maior e só se preocupam com as coisas realmente importantes da vida. Eles enfrentam desafios de frente e não desanimam quando as coisas não acontecem. Em vez de ficar chateado, isso só os motiva mais.

13. Eles podem resolver problemas
Se você precisar de uma solução rápida para um problema ou algum insight confiável, basta perguntar a um INFJ. Eles são excelentes em resolver as coisas. Eles geralmente estão certos a maior parte do tempo também.

14. Eles estão cheios de contradições
INFJs pode parecer bipolar às vezes. Eles podem ir de felizes a tristes em um piscar de olhos. Suas emoções estão mudando constantemente, o que pode torná-las especialmente difíceis de acompanhar.

15. Eles podem ler as pessoas
Essa habilidade vem de sua inteligência emocional profunda. Eles podem ver através das palavras e ações das pessoas. Eles podem identificar um manipulador muito rapidamente. Eles usam esse traço para se proteger, removendo as pessoas negativas de suas vidas.

Espero que isso lhe dê uma melhor compreensão do tipo de personalidade mais rara do mundo. Não é todo dia que você se depara com um INFJ, mas quando o fizer, nunca o esquecerá. Compartilhe este post e marque seus amigos do INFJ!

(Fonte Original: higherperspectives)
*Texto traduzido e adaptado por Carolina Marucci, da equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

22 COMENTÁRIOS

  1. Me identifiquei! Sempre achei que essa capacidade de ” ler” as pessoas fosse um dom dado por Deus. Sem falar na intuição aguçada, sonhos e/ou premonições. No geral, me esforço para tentar me encaixar nos padrões imposto pela sociedade e no meio que convivo. Mas me sinto mesmo é um peixe fora d’água. Sou uma loba solitária. Eu e meus turbilhões de pensamentos.

  2. Finalmente me encontrei!
    Falta saber o que fazer com isso…
    Creio que não existam muitos espaços para nós!
    Um alien perdido na multidão

  3. Estava com esperança de ser dessa tal personalidade (pelo menos segundo os criadores dessa teoria aí, iam me achar legal e não estranha, porque até meus amigos acham que eu sou rsrs), mas sou preguiçosa e não tenho a mentalidade do “tudo ou nada”, o resto se parece bastante :v

  4. A EXCLUÍDA

    Estou do outro lado da rua
    Andando na conta mão
    Nadando conta a corrente
    Sozinha na multidão
    Um peixe fora da água
    Perdida num beco escuro
    Trancada dentro do muro
    Concreto da exclusão.

    IRENE MADEIRO
    Livro Depois do Sol

  5. Me identifiquei bastante, a bipolaridade ficou na adolescência, acredito que com o passar dos anos eu tenha aprendido a controlar meus sentimentos numa única direção, mas o resto bate certinho comigo. Fiquei até assustada. Adoro ficar sozinha, parece até que tomei uma injeção de prazer quando estou só, unicamente comigo, nos meus pensamentos andando solitária, acho que sou uma loba no deserto.

  6. Já me chamaram de esquisita (foi uma pessoa que tem um grande carinho por mim), na época fiquei encucada, agora entendo que foi um elogio e entendi perfeitamente lendo essas características e me identificando com cada uma delas, sensacional! É melhor ser diferente e consciente do que ser igual aos demais sem ter consciência alguma.

  7. As vezes me reparava com situações difíceis, e conseguia resolver de uma maneira eficiente. Pelo lado de semblante de uma pessoa me passa sua característica. Sua personalidade. As vezes vejo certas cousas como aberrações que me deixam perplexa, e digo meu Deus este mundo eu não me encaixo. Tem algo de errado comigo. Mas sou muito comunicativa. Faço amizades fácil, ao mesmo tempo seleciono. Me sinto como se estivesse a multidão indo numa direção e eu ao contrário. Mas vivo bem e aceito de boa forma, embora dentro de mim me acho extranha. Não sei se me qualificou desta forma, que vocês passaram mas a maioria e bem meu perfil. Gratidão

  8. Vocês também não ficam indignados diante de uma injustiça?
    Observam as atitudes e ouvem tudo que os outros falam, e ficam refletindo depois, sobre o porque daquela pessoa agir daquele jeito? Se ela está mentindo ou falando a verdade…
    Não desejam o mal, mas querem acabar com o mal?
    Depois de certas situações que vivenciamos ou vemos sentem uma vontade de ir para uma ilha deserta?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here