Casais infelizes permanecem juntos, apesar de saberem que não estão em um relacionamento saudável.

Há uma alta porcentagem de casais infelizes em todo o mundo. O paradoxo é que quase todas essas pessoas aconselham seus amigos a se separarem quando compartilham seus problemas de relacionamento. Quase todos nós temos esse tipo de casal em nosso círculo de amigos. Ninguém entende como eles podem ficar juntos apesar de discussões intermináveis e de desrespeito constante.

O que consideramos como um casal infeliz?

Argumentos são a base da sua ‘comunicação’

Cada palavra, cada gesto ou pose de um parceiro leva rapidamente a uma briga. Chega um momento em que eles só se falam para iniciar uma discussão ou colocar a culpa um no outro. Isso é um desperdício de energia para eles e para os que estão ao seu redor, que continuam se perguntando por que ainda estão juntos.

É impossível manter um diálogo porque eles sempre se concentram em algo que o parceiro fez de errado. Não importa se é em público ou em um momento privado, eles têm o hábito de se comunicar dessa maneira.

Mentiras e infidelidade assumiram o relacionamento

Um ou ambos os parceiros vivem atrás de uma parede de mentiras. Até mesmo a traição é tão comum que todos sabem, mas ainda assim não terminam o relacionamento.

Respeito e confiança parecem não ter lugar em seu relacionamento. Eles sabem que esse é o caso e, por causa disso, sofrem as consequências em silêncio.

Seus projetos são frustrações eternas

Geralmente, os casais infelizes não conseguem alcançar seus próprios objetivos ou não conseguem concordar com o que querem no futuro. Então, um dos parceiros fica ressentido e esse rancor continuará causando problemas no relacionamento.

Você perde o interesse nas conquistas do seu parceiro porque ele está seguindo seu próprio caminho, em um ritmo totalmente diferente do seu, e sem consideração pelo que você quer.

Todos podem apontar casais infelizes que ainda estão juntos, mas hoje vamos tentar entender por que eles fazem isso.

1. Mandato da família ou orgulho ignorante
Muitas famílias incentivam seus filhos a se casar por toda a vida. Implicitamente, deve-se então tolerar tudo o que acontece em seu relacionamento para que eles não estraguem o nome da família com uma separação. Você não pode voltar atrás na sua decisão depois de ter decidido casar.

Leia Mais: Existem casais compostos por uma pessoa e uma “sombra”

Embora possa parecer antiquado, muitos casais infelizes ainda estão juntos por medo de decepcionar seus familiares. Outros, por outro lado, sentem que lutaram tanto por seu relacionamento que não podem se dar ao luxo da separação. Eles sabem que seus pais estavam certos, que seu parceiro não era certo para eles, mas seu orgulho é mais importante que sua felicidade.

2. Medo de ficar sozinho
A solidão é um fantasma que assusta muitas pessoas. Então, há aqueles que escolhem continuar com sua vida entediante e triste porque acham que é melhor do que passar um tempo sozinho. Esse medo funciona como uma barreira que os impede de olhar além do que está a sua frente. Eles nem sequer se permitem pensar que pode haver outras pessoas lá fora esperando para fazê-las felizes.

3. As crianças precisam de uma família, seja ela qual for
Um dos erros mais graves que os casais cometem é ficar juntos porque têm filhos. Eles pensam que ficar sob o mesmo teto garante crianças felizes e eles são responsáveis por fazer isso acontecer. Isso não poderia estar mais longe da verdade. As crianças serão felizes desde que seus pais sejam felizes também. Crescer em um ambiente hostil, cheio de brigas, contribui para uma infância terrível.

4. O tempo investido no relacionamento tem seu preço
Algumas pessoas estão convencidas de que os anos que dedicaram ao relacionamento, e o dinheiro que investiram, justificam que se esforcem para permanecer juntos. Se eles se esforçarem tanto para manter o relacionamento, não seria justo terminá-lo, apesar de quão tedioso o dia-a-dia pode ser. Além disso, é doloroso pensar que eles perderam tanto tempo em suas vidas, apenas para acabar se separando. E assim, eles escolhem encarar o futuro sem fazer qualquer mudança em direção a uma vida melhor.

5. Dependência emocional ou econômica ganha todas as batalhas
Em relacionamentos tóxicos, pessoas dependem demais de seu parceiro, tanto emocional quanto economicamente. Eles nem se permitem imaginar a ideia de se separar deles. Sabem que estão infelizes em seu relacionamento, mas acham que não sobreviveriam a um rompimento.

Por exemplo, se, no início do relacionamento, o casal decidisse que um dos parceiros trabalharia e o outro cuidaria das tarefas domésticas, o casal pode ter medo de terminar as coisas. O medo de começar de novo com um novo estilo de vida, reinserindo-se no mercado de trabalho e social, poderia tornar impossível pensar na ideia de romper.

Reflexão

Casais infelizes ficam juntos por várias razões que a maioria das pessoas ao seu redor não consegue entender. Talvez seus amigos mais próximos tentem conversar com eles sobre seus problemas e tentem dar-lhes conselhos, mas a verdade é que apenas o casal pode trabalhar para mudar a situação.

Há aqueles que recorrem à ajuda profissional para melhorar seu relacionamento ou tomar as decisões certas. E outros que não fazem nada, apenas vivem sua vida esperando que o futuro seja melhor.

(Fonte Original: steptohealth)
*Texto traduzido e adaptado por Carolina Marucci, da equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here